09/11/2014

Historia de vida : Lutando contra o câncer - Rafaela Leite


A Rafa é dona de um grupo no facebook do qual eu participo, fiquei muito admirada quando li a história dela, então fui conversar com ela. que é uma simpatia em pessoa , e abaixo segue o relato da própria.. Mês passado foi o outubro rosa, e esse mês é o outubro azul, um faz referência ao câncer de mama e o outro ao câncer de próstata. Achei interessante publicar a história da Rafa aqui , para que meninas que estão passando por algo parecido possam buscar forças através do relato dela, e também para que nós . pessoas saudáveis que muitas vezes reclamamos da vida possamos refletir um pouco..




"Com uns 17 anos descobri um carocinho no seio que nem levava a sério, até brincava com ele porque ele se mexia e crescia rápido (ignorância).. Dai fui em vários médicos e todos diziam pra eu deixar ele quieto porque era comum e se eu tirasse iria ficar com cicatriz sendo jovem e iria nascer outros. (Eu não sabia, mas minha mãe vivia chorando preocupada, pois nesse meio tempo minha avó teve câncer de mama e passou por uma mastectomia) e eu nem dava importância, até que depois de muito a família se meter, tranquei a faculdade de direito em recife e fui a Curitiba onde decidi tirar o "nódulo" palpável com um renomado medico de lá. Fiz exames, eram 7 nódulos, 2 em um seio 5 em outro sendo 3 palpáveis. Decidimos tirar só o maior que tinha (do tamanho de uma azeitona). 15 dias apos a cirurgia, eu voltei para o medico ver minha cicatriz, e voltei toda feliz, brincando que agora queria fazer redução e colocar silicone, e ele com a Voz embargada não conseguia falar pq eu interrompia com minha brincadeira, até que ele falou serio comigo , perguntou se minha mãe estava presente e diante do meu positivo ele chamou ela. Com os exames em mãos nos contou que o que eu tinha eram tumores raros, o tumor filodes, tumores que raramente acontecem em mulheres de mais de 40 anos ( e eu os apresentava vá desde os 17). Dei gargalhada, depois Fiquei em profundo silêncio, me isolei por uns dias, porque o que eu tinha eram tumores, e os médios pensando não ser nada grave tinham tirado apenas 1. Refleti sobre minha vida, hoje procuro ser uma pessoa bem mais calma,aproveitar cada momento, pois dessa vez descobri algo raro mas tive uma segunda chance graças a Deus, então agradeço muuuuuuito e o que me resta é ser uma pessoa agradável, deixar uma imagem positiva, aproveitar cada dia, ate minha família se surpreende quando conto o que realmente tive, dizem que não levo a serio por estar tao tranquila. Mas aprendi que o que vale é não dar tanta importância as coisas negativas do dia a dia (sempre fui uma pessoa meio negativa e estressada). Agora preciso passar por acompanhamento do desenvolvimento dos tumores semestralmente e tenho que aprender a aproveitar e valorizar cada dia da nossa vida, que independente de ameaças de doenças não passa de uma breve passagem nessa terra, que o que vivemos é um ciclo. Sou bem mais realista e tranquila depois de tudo isso!"



Triste né? Mas ao mesmo tempo da uma injeção de realidade na gente... A Rafa é dono do grupo ASSUNTO DE MULHER no face, se quiser participar clique aqui.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui (:


Tecnologia do Blogger | Design: SD Design ©

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...